Artigos

Todos os Artigos

16/07/2009

“O coração tem razões que a própria razão desconhece”, já dizia Blaise Pascal, pensador francês do século XVII.

Pense um pouco em você e sua vida. Quantas vezes você fica em dúvida quanto ao que fazer, que atitude tomar, para onde conduzir sua vida? Será que esta dúvida não emerge da separação que fizemos entre coração e razão? Será que nosso coração tem um propósito e nossa razão outro? E neste caso, a quem deveríamos seguir?

10/07/2009

O amor, a compaixão, a alegria e a equanimidade são considerados, no Budismo Tibetano, os quatro catalisadores incomensuráveis do Ser. Quando deixamos eles fluírem, permeando e orientando nosso modo de estar e agir no mundo, trazem equilíbrio e harmonia para nossas atitudes.

01/07/2009

Para criar um futuro mais harmonioso conosco, com os demais seres humanos e com todo o planeta, precisamos recuperar nosso sentido de conexão, o sentimento de estarmos todos juntos numa mesma jornada em direção a um futuro de bem-estar para todos. Para alcançar isto, certamente não precisamos abrir mão de nosso sentido de individualidade, mas aprender a viver esta individualidade inserida em uma coletividade.

26/06/2009

Durante a temporada que passei em NewBold House, uma pequena comunidade integrante da grande comunidade de Findhorn, frequentei muitas vezes a pequena biblioteca, que possuía uma variedade de livros à disposição de todos. Um pequeno livro em especial me tocou muito e o trouxe comigo quando retornei ao Brasil, deixando outros em seu lugar.

19/06/2009

Quantas vezes por dia você ouve alguém dizer que errou? E quantas vezes você diz isto para si mesmo? Quantas das suas ações fazem você se sentir errada? Quantas atitudes de outra pessoa fazem você sentir que está errado? Como você se sente, ao se dar conta que errou?

01/06/2009

Diante de um mundo no qual predomina o exercício do poder do mais forte, seja pela força bruta, pelas armas, pelo poder econômico ou intelectual, cujo resultado é a opressão e a exploração da grande maioria da humanidade, uma reação comum é darmos às costas para qualquer exercício de poder. Contudo, abrir mão de nosso poder pessoal é cedê-lo a alguém outro.

01/05/2009

Uma das queixas frequentes que ouço das pessoas é de baixa auto-estima. Uma expressão que está na boca do povo, sem que saibamos muito bem o que é e muito menos como elevá-la. Não nascemos com auto-estima, nem alta, nem baixa. Auto-estima é algo que construímos ao longo da vida.

23/08/2016

Em 2007 fui convidada pelo site ABSOLUTA a participar da roda de conversa sobre os caminhos do feminino nos tempos atuais e compartilhei um pouco da minha percepção do mundo, na presente etapa da longa jornada de resgate dos valores associados ao princípio feminino. Uma jornada rica em descobertas, experiências, trabalhos e encontros, tudo partilhado com muita alegria e satisfação com mulheres e homens que conheci pessoalmente e outras tantas pessoas, cujo contato ocorreu por meios indiretos.

03/05/2015

Deméter, a grande deusa-mãe dos povos agrícolas europeus do período neolítico, corporifica a percepção de um mundo em que todas as coisas coexistem em um sistema coerente de abundância harmônica, numa rede sem fim de ciclos de nascimento e morte. A continuidade da vida era assegurada pelo cultivo coletivo da terra e o cíclico morrer e renascer do grão.

22/04/2013

Grande mãe negra que está em todas nós...
Obrigada pela sua feiúra, seu lado obscuro, seu medo sombrio
Grande mãe que a todas conduz
a olharmos para dentro e trazer a chama da vida
a mais completa verdade sobre tudo.
(Regina Rodrigues)

Páginas